terça-feira, 18 de novembro de 2014

GERENTE DE POSTO É PRESO ACUSADO DE ADULTERAR BOMBA DE COMBUSTÍVEL


O gerente do posto de combustível, pertencente a Rede Juninho, localizado na Avenida Colombo (BR 376) em Maringá, foi preso na tarde desta segunda-feira(17) pelo Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado, GAECO. Segundo o delegado do GAECO, Elmano Ciriaco, esta é a segunda vez que o posto de combustível tem uma de suas bombas lacradas pelos policiais por fraude. Em Maio do ano passado uma operação foi realizada em conjunto com a ANP, IPEM, CSBQC e GAECO sendo detectado a mesma fraude no posto da Rede Juninho. A rede já teve problemas com sonegação de impostos, quando o seu proprietário, Valmor Menegatti, chegou a ser preso pelo mesmo GAECO na operação denominada "Predador" em Março de 2011. A fraude era feita diretamente em uma das bombas de combustível, a cada 20 litros, 460ml eram retidos na própria bomba, que foi lacrada. Fonte: Maringá Manchete.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...