sábado, 7 de março de 2015

ROLETA RUSSA CAUSA MORTE DE MOÇA DESAPARECIDA EM MARINGÁ




Uma brincadeira entre amigos terminou em um crime de assassinato em Maringá. NATÁLIA JEANE GERMANO, 19 anos, que estava desaparecida desde quinta-feira foi encontrada morta na madrugada deste sábado (07) em uma estrada rural no final da Avenida Kakogawa. O corpo estava dentro de um saco plástico e amarrado na beira de um matagal. Policiais da (DENARC)  com apoio da Delegacia de Homicídios e Serviço Velado da PM conseguiram localizar o corpo da jovem. o corpo da moça estava com uma perfuração de tiro no rosto. No mesmo momento em que o corpo da vítima foi achado outras equipes conseguiram prender os autores do crime em uma lanchonete localizada na Avenida Brasil, Vila Operária. Foram presos Vitor Hugo de Lima Bueno, 20 anos, apontado pela polícia como sendo o autor do homicídio, Jhon Weberton Alves Costa, 18 anos, que seria o dono da arma de fogo e proprietário da casa onde Natália foi morta e Jonathan Natanael Francisco da Silva, 23 anos. A delegacia de narcóticos confirmou que na quinta-feira (05), quando a Natália saiu de casa foi para a casa dos suspeitos que fica na Avenida Tuiuti. Na residência tinha mais uma mulher ainda não identificada pela polícia que está desaparecida até o presente momento. Na noite do crime, as quatro pessoas provavelmente consumiram álcool e drogas e depois foram brincar de roleta russa com um revólver. Um dos suspeitos teria confessado para os policiais que uma das meninas teria desafiado um dos meliantes em praticar a roleta russa. Vitor Hugo de Lima então pegou a arma, colocou uma munição e apartou o gatilho contra a cabeça da outra jovem mas o revólver não disparou. A próxima seria Natália na qual o tiro foi efetuado contra a cabeça da vítima. Depois que perceberam que Natália tinha morrido, os suspeitos pegaram o corpo, colocaram dentro de um saco plástico, amarraram e colocaram na caçamba da Saveiro. Os três levaram o corpo dela e abandonaram na estrada rural. A polícia através de escuta telefônica pedido judicialmente sabia onde era o local onde os suspeitos estavam e lá foi feita a prisão dos autores. Levados para a delegacia de Maringá, Vitor Hugo negou ter atirado e matado Natália, Jhon e Jonathan negam participação no assassinato. Na manhã deste sábado (07) o delegado chefe Osmir Ferreira Neves acompanhado dos delegados Diego Elias e Gustavo de Pinho Alves apresentaram os rapazes que durante entrevista ficaram em silêncio. Fonte: André Almenara.



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...