terça-feira, 3 de março de 2015

TRAVESTI É MORTO NA CACHOEIRA DE PULINÓPOLIS







O travesti PAULO ROBERTO ALVES VIANA, 28 anos, mais conhecido como LORENA BHALS que morava em Sarandi, foi assassinado na cachoeira do Distrito de Pulinópolis, em Mandaguaçu. Ela estava com mais três amigas no local,  quando houve uma discussão envolvendo dois rapazes. A Polícia Civil de Mandaguaçu que está investigando a morte relatou que o travesti teria quebrado o vidro traseiro de um veículo após uma discussão por causa de um programa amoroso que nem tinha acontecido ainda. Um dos homens teria agredido verbalmente a vítima que ficou enfurecida e danificou o vidro do veículo. Usando uma barra de ferro, o rapaz desferiu golpes na cabeça do travesti que morreu na hora. Os outros travestis que estavam em companhia da vítima assistiram tudo. Após cometer o assassinato, os suspeitos pegaram um automóvel Corsa e fugiram em direção da cidade. No meio do caminho, o motorista capotou o carro. Em menos de 1 hora do assassinato, os policiais Coutinho e Romero localizaram o Corsa de cor branca com placa de Londrina que estava com o vidro traseiro quebrado, e identificou o rapaz que matou o travesti. Renato Pívaro Alexandrino 27 anos, que está foragido. O autor do crime já tem passagens por crime de assassinato e por porte ilegal de arma de fogo. Fonte: André Almenara. Foto 2: Reprodução Facebook.




Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...