sexta-feira, 31 de julho de 2015

ACUSADO DE SER MANÍACO DA TORRE É PRESO EM MARINGÁ

RONEYS FON FIRMINO GOMES, 40 anos, foi algemado após ser interrogado na Delegacia de Homicídios de Maringá no final da tarde desta quinta-feira (30). Acompanhado de um advogado criminal, de duas irmãs e uma mulher que seria sua amante, o suspeito de matar a garota de programa Mara Josiane dos Santos de 36 anos negou qualquer participação no crime desta semana onde a vítima foi encontrada nua e morta e com várias lesões no corpo em uma plantação de milho na rodovia PR-317 na saÍda para Iguaraçu. Gomes apresentou um álibi dizendo que no último domingo (26) estava com uma mulher de 21 anos, mas depois Roneys ficou nervoso e entrou em contradição na frente dos policiais. A polícia ouviu essa mulher também na DH, e depois de ser orientada que poderia se complicar caso apresentasse falso testemunho, essa jovem desmentiu alegando que não passou a noite com Roneys. O suspeito pediu para que a amante mentisse no depoimento. A Delegacia de Homicídios chegou até esse suspeito após uma peça de um automóvel BMW de cor azul metálico ter ficado na Estrada Roseira, local esse conhecido pelas torres de energia onde a maioria dos corpos de mulheres foram encontrados desde 2010. As equipes policiais coletaram um pedaço da peça do carro, foram atrás de imagens de câmeras das principais avenidas de Maringá, e uma imagem analisada pela polícia civil mostra uma BMW de cor azul passando na Avenida Morangueira no início da madrugada de segunda-feira (27) onde foi flagrada pelas câmeras e multada por avanço de sinal. A imagem mostrou para os policiais a placa do veículo suspeito.  Esse automóvel de luxo foi apreendido na garagem da casa de Roneys Gomes, na Vila Operária. Na parte frontal da BMW, os agentes da DH constataram que a parte frontal do carro estava danificada, e que a peça que estava faltando na BMW estava com a polícia. No dia que a mulher foi morta, houve luta corporal entre o casal, e possivelmente Mara Josiane dos Santos com suas unhas arranhou o homem antes de ser estrangulada. No braço do suspeito há um arranhão, mas o homem nega e apresentou uma versão para o sinal em seu corpo. No final do interrogatório, o delegado apresentou um mandado de prisão preventiva em seu nome. Lembrando, não é mandado de prisão temporária por 30 dias, e sim preventiva. A delegacia de homicídios apresentou muitas provas para o Ministério Público para que essa ordem judicial fosse cumprida. Roneys Fon Firmino Gomes de 40 anos que é casado e tem passagens pela polícia pelo crime roubo a banco em 2002 está recolhido no setor de carceragem da 9ª SDP em cela especial. Exames serão coletados do suspeito para confrontação genética. Esse homem pode estar envolvido na morte de outras oito mulheres que foram assassinadas na zona rural de Maringá. Fonte: André Almenara.




Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...